Leituras obrigatórias vestibular 2008

Terminei o livre “O crime do padre Amaro”.
Livrinho comprido. Cheio de detalhes. Até os pensamentos foram detalhados ao extremo. Crítica ferrenha aos padres, em como eles “comandavam” as pessoas. Em uma época onde as mulheres não tinham palavra, os padres faziam horrores em “nome de Deus”. Pintavam um Deus horrível que só iria te virar as costas e não te ajudar. Tinha que rezar o dia inteiro senão tu não estava salvo. É, as coisas não eram fáceis naquela época.

Agora estou lendo o “Fogo morto” de José Lins do Rego. Além da semelhança de nomes, a época é mais ou menos a mesma (18… e alguma coisa), porém se passa na Paraíba/Brasil enquanto o outro era em Portugal.

Até.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: